Pessoas com deficiência visual podem apreciar obra de arte acessível em BH

Quem nunca ouviu aquele velho ditado: “o que os olhos não veem o coração não sente”? Pois é, nem sempre isso procede. Principalmente quando se trata das diversas formas de percepção do mundo por parte das pessoas com deficiência visual.

No Faça Parte dessa quarta (28) nós mostramos a obra “Civilização Mineira” (1959) de Cândido Portinari, que está disponível em formato acessível para pessoas com deficiência visual em Belo Horizonte. Isso mesmo, um cego agora pode ter o privilégio de apreciar com riqueza de detalhes uma das telas clássicas de Portinari, mergulhar na história e sentir a sutileza do autor através do tato.

Essa obra de arte foi adaptada através de peças multissensoriais, produzidas em uma impressora 3D com madeira MDF,  e está exposta no acervo permanente da Casa Fiat de Cultura, que fica na Praça da Liberdade em BH, com acesso gratuito e excelentes condições de atendimento e acessibilidade.

Além da possibilidade de análise tátil, as pessoas com deficiência visual também podem contar com recursos de lupas e alto-contraste para baixa visão, além da descrição presencial da obra feita por profissionais treinados para a promover a inclusão durante essa experiencia.

É o direito a cultura sendo promovido na forma que a lei determina. Espero que mais obras de artes sejam reproduzidas nesse formato e que o poder da inclusão contamine todas casas de artes e cultura do nosso país. Podem apreciar e compartilhar!

Fonte: http://noticias.r7.com/blogs/thiago-helton/faca-parte-pessoas-com-deficiencia-visual-podem-apreciar-obra-de-arte-acessivel-em-bh/2017/06/28/

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?