Profissionais da saúde atuam em todos os programas da Apae-BH

O setor de Promoção da Saúde da APAE-BH ultrapassa a assistência restrita à saúde e  abrange o indivíduo e sua coletividade. Além disso, os profissionais deste setor têm compromisso constante com uma visão ampliada da sua participação social, dentro de uma perspectiva biopsicossocial do indivíduo.

Atualmente, em todos os serviços oferecidos pela instituição – Educação, Trabalho, Emprego e Renda, Centro Dia e Casa Lar – os usuários demandam ações de desenvolvimento e de prevenção de agravos da sua deficiência.

Quando se pensa na aprendizagem ao longo da vida, perspectiva que direciona o trabalho da APAE-BH, a atuação dos profissionais da saúde nos diversos contextos da entidade é relevante; pois orienta e intervém de forma a favorecer a manutenção das habilidades adquiridas e o desenvolvimento da autonomia e independência nos cuidados básicos com a saúde.

Sendo assim, esses profissionais estão em constante formação no desafio de exercer ações interdisciplinares com enfoque na promoção da saúde,  possibilitando o redimensionamento das práticas em saúde e promovendo, junto à equipe multiprofissional (professores, instrutores e educadores sociais), a qualidade de vida dos usuários.

É importante ressaltar que a atuação do profissional da saúde é realizada de forma objetiva e funcional, reduzindo barreiras causadas pela deficiência e auxiliando na inclusão social do usuário na comunidade e no mercado de trabalho; ou seja, o desenvolvimento de suas habilidades, considerando suas necessidades e especificidades.

O exercício da integralidade de ações envolve também os serviços que compõem a rede do município, com participação ativa da assistência social no conhecimento da família, de suas necessidades e na busca de sua inserção e do pleno exercício da cidadania.

Enfim, o trabalho na área da saúde é um grande desafio,  pois os profissionais estão em constante formação e, para intervir efetivamente, é fundamental saber falar, ouvir e compartilhar saberes, reconhecendo o indivíduo como sujeito biopsicossocial.

“O exercício da cidadania, assim, vai além dos modos  institucionalizados de controle social, implicando, por meio da criatividade e do espírito inovador, a criação de mecanismos de mobilização e participação como os vários movimentos e grupos sociais, organizando-se em rede”. (2006 Ministério da Saúde)

 Bibliografia:

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. – 3. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2010.

Lêda Fioravante Diniz – Gerente de Promoção da Saúde
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2017 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?