Serviços de habilitação e reabilitação

A habilitação e a reabilitação pediátricas têm como principal objetivo promover o desenvolvimento da capacidade funcional da criança, possibilitando sua plena participação nas atividades sociais, escolares e familiares adequadas à sua faixa etária.

A equipe de habilitação e reabilitação da APAE-BH, formada por psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e assistente social participa frequentemente de cursos de capacitação para oferecer o que há de mais inovador nos atendimentos. Entre esses cursos estão o de extensão em Paralisia Cerebral, pela FCMMG – Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, e o Bobath. Assim, a equipe de saúde da APAE-BH é altamente capacitada em fisiologia musculoesquelética, biomecânica e funcionalidade. Além disso, os resultados alcançados nesse processo são avaliados junto aos usuários e uma pesquisa de satisfação é realizada anualmente com as famílias.

Hoje, a APAE-BH utiliza diversos recursos neste serviço, como a fita de cinesio tayping, Tix (painel assistivo para uso de computadores, smartphones e tablets), Pedia Suit, e outros. Dentro desta perspectiva, a instituição tem investido na aquisição de novos equipamentos, como a mesa alfabeto, a gaiola do Pedia Suit com diversos recursos e a esteira, permitindo aos seus usuários o acesso a vivências e aprendizados que, talvez não tivessem devido à deficiência na função e/ou na estrutura do corpo.

A APAE-BH e seus profissionais têm adotado uma visão biopsicossocial de seus usuários e, para tanto investe na capacitação da CIF (Classificação Internacional de Funcionalidade), com o objetivo de atender às necessidade específicas da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, baseada na família e na integração da equipe, o que permite estabelecer um programa de reabilitação mais eficiente.

Programas desenvolvidos:

  • Fisioterapia Respiratória: São atendimentos individualizados que utilizam estratégias, meios e técnicas de avaliação e tratamento não invasivos. Os objetivos são: otimizar o transporte de oxigênio, prevenir ou minimizar disfunções cardiorrespiratórias e promover funcionalidade e qualidade de vida.
  • Qualidade de Vida: Este programa é voltado para usuários acima dos 10 anos de idade com diagnóstico clínico de disfunção neuromotora (diagnóstico motor classificado no GMFCS IV e V e topografia quadriparesia espástica). Com atendimentos diferenciados feitos pela equipe de reabilitação, busca-se a melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, de sua família e, principalmente, do cuidador.
  • Grupo Autonomia: Com público-alvo de usuários com deficiência intelectual e/ou múltipla com idade de 10 a 16 anos, tem o objetivo geral de potencializar as habilidades abordadas na reabilitação por meio de atendimentos multidisciplinares, com atividades programadas realizadas em ambientes diversificados. Os usuários recebem intervenções que abordam habilidades funcionais e práticas (motoras, cognitivas, comunicação, expressão, socialização, psíquicas) em contextos diversificados e adequados para as atividades, na Clínica Intervir ou em ambientes externos como: supermercado, padaria, trânsito. 
  • Grupo de Fala: Tem como objetivo adequar a fala de crianças dos 4 aos 8 anos de idade, com desvio fonético/fonológico de causa desconhecida e, aparentemente, sem nenhuma lesão periférica ou central. Para tratamento dos desvios fonológicos é utilizado como base o Modelo de Ciclos Modificados, que consiste na abordagem fonológica que busca ensinar os padrões-alvo, capacitando a criança a incorporar novos fonemas ou sequências de fonemas nestes padrões, através da generalização.
  • Pedia Suit: O protocolo Pedia Suit é um tratamento intensivo, com duração de 4 semanas com 3 horas diárias de exercícios associado ao uso de um macacão terapêutico ortopédico que promove o ajuste biomecânico do usuário. O macacão terapêutico, combinado com a repetição dos exercícios, fornece plasticidade cerebral para a apreensão de novos padrões de movimentos, fazendo com que os usuários aprendam estes novos padrões e ganhem força muscular ao mesmo tempo.

     

    Lêda Fioravante Diniz – Gerente do Programa de Promoção da Saúde.
    Clínica Intervir
     

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?