Inclusão: sonho de uma sociedade verdadeiramente justa

Nesse mês de julho a Lei Brasileira de Inclusão completou 4 anos. Isso mesmo, ainda bem nova a lei que assegura os direitos das pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Um direito que deveria ser garantido por todos a todos os cidadãos, sem qualquer distinção.

Tanto se ouve falar em inclusão, mas como ser uma pessoa mais inclusiva na prática? Além de respeitar os direitos das pessoas com deficiência, devemos lutar contra tudo o que impede a inclusão de qualquer indivíduo, como limitações sensoriais, físicas e intelectuais do indivíduo. Como diz Mayra Camilo, gestora de assistência Social da APAE-BH, “Não existe inclusão sem participação”.

Afinal o que é  a LBI ?

A Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015,  institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o  acesso aos direitos e às liberdades fundamentais  pela pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e o exercício da cidadania.

Para promover a inclusão é imprescindível a exclusão de preconceitos e discriminação.

Nesse sentido, a APAE-BH oferece o serviço Centro Dia “Para e Pelo Lazer”, destinado às pessoas com deficiência intelectual e múltipla .Este serviço tem suas ações voltadas à participação efetiva dos usuários na sociedade e no âmbito familiar.

É ofertado ainda, atividades lúdicas, artísticas e educativas, cuidadosamente planejadas e desenvolvidas dentro e fora da instituição. Como exemplos, citamos o Coral “Vozes da Apae” e o grupo de percussão “Apaetucada”. Dessa forma, são identificados os talentos, as potencialidades e habilidades das pessoas com deficiência que frequentemente surpreendem e emocionam os expectadores em suas apresentações.

A lei está aí, cabe a nós fazê-la valer para que a inclusão deixe de ser um sonho em nossa sociedade. Nós, da APAE-BH, acreditamos  no avanço da conscientização das pessoas para construção de uma sociedade verdadeiramente justa e inclusiva.

 

Suelen Gomes Santos,

Educadora Social do Centro Dia – APAE-BH.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?