Promoção da Saúde APAE BH – Serviço de Saúde e Recreação

Vygotsky (1984) atribui relevante papel ao ato de brincar na constituição do pensamento infantil. É brincando, jogando, que a criança revela seu estado cognitivo, visual, auditivo, tátil, motor, seu modo de aprender e entrar em uma relação cognitiva com o mundo de eventos, pessoas, coisas e símbolos.

Dentro desta perspectiva, o serviço de Promoção da Saúde vivenciou um dia de brincadeiras na praça com os usuários, em comemoração à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, promovida pela APAE-BH. Os profissionais da saúde e os demais profissionais da instituição promoveram a efetiva participação dos usuários, utilizando estratégias e metodologias para atender às necessidades de cada indivíduo, sendo possível a inclusão e o efetivo envolvimento da pessoa com deficiência nas atividades propostas, pois as atividades de recreação são comuns a toda criança.

Ampliar o olhar dos profissionais da saúde, da família e do usuário na convivência com seus pares em um ambiente comunitário, permite vivências sociais, sensoriais, motoras e funcionais, de autonomia e o compartilhar de afetividade, jogos, brinquedos e lanches, potencializando o desenvolvimento e a aprendizagem para o alcance de resultados mais positivos no processo de reabilitação e nas relações familiares e sociais.

“O jogo e a brincadeira são experiências que podem oportunizar a aprendizagem da criança portadora de NEE (Necessidades Educacionais Especiais) na busca da sua interação com a cultura vigente. A escola, ao valorizar as atividades lúdicas, ajuda a formar um conceito eficaz de mundo, em que a afetividade é acolhida, a sociabilidade vivenciada, a criatividade estimulada e os direitos da criança respeitados, valorizando também o direito de ser diferente, de ter suas próprias potencialidades e de poder interagir com o mundo através das oportunidades que lhe são oferecidas, respeitando seu direito de estar junto com seus pares.” (PITANGA, 2011, p. 20)

Sendo assim, valorizar e oferecer momentos que somam saúde, família e lazer, tornou-se uma tarefa necessária para toda a equipe do serviço de Promoção da Saúde, visando ao desenvolvimento de estratégias para que a reabilitação aconteça em outros ambientes e destaque a importância da participação família em todos os processos de vida de seus filhos.

Bibliografia:

Informativo Fenapaes – edição 18 – ano 2019
Mey Van Munster – Lazer inclusivo

Confira mais fotos: encurtador.com.br/xGUY7

 

Lêda Fioravante Diniz – Gerente de Promoção da Saúde APAE-BH

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?