Reveillon Antecipado Solidário agita Belo Horizonte e arrecada recursos para a Apae-BH

A 8ª edição do Reveillon Antecipado Solidário aconteceu no dia 22/12, no bairro Lourdes, em Belo Horizonte. A Apae-BH foi a instituição escolhida pelo evento, que tem como objetivo contribuir financeiramente para a manutenção dos serviços prestados à aproximadamente 710 pessoas com deficiência intelectual e múltipla e suas famílias. Participando do evento, os convidados tiveram a oportunidade de fazer o bem.

A festa, que ofereceu open bar, open food, além de muita música com o DJ NandoXis e o Saxofonista Léo Moura, foi muito alegre e descontraída. Os convidados vestiram roupas brancas para simbolizar a paz e aproveitaram bastante o momento. Houve ainda queima de fogos e espumante, na virada de ano antecipada.

Renato Pereira Vieira Gabriel, engenheiro de produção, criou o Reveillon Antecipado Solidário em 2008 e junto com seus amigos já ajudou várias instituições. Desde 2011 ele colabora com a Apae-BH e afirmou que escolheu a instituição por sua honestidade e idoneidade. Renato comentou sobre a oportunidade de fazer o bem. “Ajudar os usuários da Apae-BH e a manutenção dos serviços prestados pela insituição me faz bem.” Ele contou que os convidados elogiaram muito o evento e o parabenizaram pela iniciativa.

Cyntia Mansur, Gestora de Relações Institucionais e Mobilização de Recursos da Apae-BH, esteve presente e comentou sobre a iniciativa da festa. “É muito importante essa crença do Renato com relação ao trabalho da Apae-BH, pois a visão que muitas pessoas tem é que a instituição possui muito dinheiro e que não precisa de recurso; mas nós vivemos de doações e parcerias”. De acordo com Cyntia, o mais importante do evento, além do recurso financeiro que ele gera, é a oportunidade de poder divulgar o trabalho da entidade aos convidados e mostrar o quanto custa os serviços.

Segundo a Gestora, as pessoas que estiveram na festa se sentiram bem em poder ir a um evento e ainda ajudar a Apae-BH. “Houve muita gente interessada em saber como que a entidade funciona. Eu vi que às vezes as pessoas querem ajudar, mas não sabem como e ir a uma festa e ajudar uma instituição é uma boa pedida.” Cyntia destacou as participações do saxofonista e do DJ. “Foi muito bom! Foram duas pessoas que fizeram o trabalho totalmente voluntário.” E finalizou: “Foi uma festa muito alegre! As pessoas estavam ali com o intuito encontrar os amigos e ajudar, então foi bem bacana.”

A Apae-BH agradece ao Renato Gabriel e aos seus convidados e deseja a todos um feliz ano novo.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Todo direito reservado - APAE-BH 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?