Na noite da última quinta-feira, a responsável pela Assistência Social da APAE BH, a psicóloga Mayra Camilo, e a gerente de Defesa de Direito e Apoio à Família da APAE BH, a Assistente Social Elen Mariz, foram convidadas pela coordenadora de estágios do curso de Serviço Social do Centro Universitário UniHorizontes, instituição já parceria da APAE, Rebeca Pires Oliveira, para darem um webinário para as alunas do 8º e último período do curso, que estão a poucos meses de entrarem no mercado de trabalho.

Mayra e Elen falaram sobre as áreas de atuação da APAE BH, que hoje são a Assistência Social, Saúde, Educação e o desenvolvimento de habilidades e atitudes que visam a promoção da autonomia, independência, educação e do trabalho. Juntas, enfatizaram que toda a base de atuação da APAE BH está no reforço do protagonismo a da autonomia, atitudes estas que visam o objetivo maior, que é a inclusão social. “A pessoa com deficiência tem que ser ouvida, tem que expressar suas vontades, o seu desejo, tem ocupar o seu papel de protagonista”, destacou Mayra

Já Elen, falou sobre a diferença crucial entre exclusão, separação, integração e inclusão (ilustração acima) e que tudo o que a APAE BH faz visa à inclusão social. “Para que isso aconteça, o Serviço Social está presente em todos os setores”, disse. “Tudo o que a APAE BH faz é visando à inclusão e para que isso aconteça, o Serviço Social está presente em todos os setores”, disse. Elen também destacou a importância do trabalho que a APAE BH vem fazendo para fortalecer as mães dos usuários, como o projeto de Economia Criativa: “queremos a marca delas enquanto empreendedoras e que, juntas, elas potencializem o que cada uma sabe fazer de melhor.”

Além disso, as profissionais da APAE BH ressaltaram que, para que todos esses objetivos consigam de fato ser conquistados é necessário o funcionamento de uma engrenagem essencial, que é a sincronia absolutamente necessária entre a APAE BH, seus usuários, suas famílias, além das redes e parceiros.

Ao final da aula, foi aberta às alunas a sessão de perguntas, o que evidenciou a importância da aproximação do campo acadêmico à realidade. Dentre as questões mais importantes, uma das alunas perguntou sobre as principais dificuldades enfrentadas no dia a pelas profissionais. Mayra destacou o desafio da implementação das políticas públicas, a questão crucial da obtenção de recursos financeiros e também a própria efetivação da inclusão social. “Precisamos mobilizar a sociedade, o que é realmente um desafio.” Porém, ao final, Mayra ponderou: “Grandes desafios nos geraram grandes vitórias. E é isso o que de fato importa”.

©2020 Apae-BH. Desenvolvido por Sintext.

Navegue pelo site:
Share This

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?