Há um ano, o Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira, em Contagem/ MG, dava início aos atendimentos de habilitação e reabilitação à pessoa com deficiência intelectual, física, auditiva, visual e múltiplas deficiências.  Para a gerente do serviço Daniela Teodoro, esse primeiro ano, foi de estruturação do serviço e capacitação para os colaboradores. “E com grande alegria que comemoramos 1 anos de existência do CER IV.  Para 2020, esperamos adquirir novos equipamentos para continuar proporcionando qualidade de vida para os usuários” disse.

Compareceram na solenidade de comemoração, a presidente da Apae de Belo Horizonte Judith Monteiro, o superintende da instituição Valter Viegas Macedo, o superintendente da Federação das Apaes de Minas Gerais (FEAPAES) Eduardo Barbosa, a procuradora jurídica da FEAPAES-MG Maria Tereza Cunha, o secretário de saúde de Contagem Cleber de Faria Silva, a presidente do Conselho Municipal de Saúde Irmã Maria José Pinto, o secretário de direitos humanos e cidadania Marcelo Lima, o vereador de contagem Arnaldo de Oliveira.

O Centro Especializado em Reabilitação é incluído na categoria IV, por atender quatro tipos de deficiência: física, visual, auditiva e intelectual, em Contagem. O grande diferencial em relação aos outros Centros de reabilitação do Estado é a oficina ortopédica construída para a confecção de órteses e próteses dos usuários. Além de Contagem, somente as cidades de Diamantina e Três Corações possuem uma unidade do CER.

Segundo o corpo de gestão, os números de atendimentos superaram as expectavas. De janeiro a outubro de 2019 foram atendidos 2.089 usuários e realizados 30.461 atendimentos (um usuário pode ter mais de uma atendimento), sendo 1.110 usuários do sexo masculino e 979 do sexo feminino. Destes, 2089 são de Contagem, 111 da cidade de Ibirité e 53 de Sarzedo. Foram dispensados (termo utilizado), ou entregues 1.458 Aparelhos de Amplificação Sonora Individual – AASI (aparelhos auditivos, beneficiando 762 usuários).

Também foram entregues 19.283 bolsas de ostomia e adjuvantes (pó, pastas, cinto, spray), atendendo os 326 usuários ostomizados, sendo 169 do sexo masculino e 157 do sexo feminino, destes 272 usuários são de Contagem, 45 de Ibirité e 9 de Sarzedo. Em relação a Oficina Ortopédica, foram dispensados 235 dispositivos ou órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção – OPM, beneficiando 220 usuários.

“Estou com um sentimento de alegria e sensação de dever cumprido. Chegamos aqui com o nosso jeito Apaeano de trabalhar, com a equipe da ApaeBH super especializada, e conseguimos obter os resultados foram os prometidos, só temos que comemorar”, finalizou a presidente da Apae-BH Judith Monteiro.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 Apae-BH. Desenvolvido por Sintext.

Navegue pelo site:

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?